12.29.2007

a festa do Natal...

Passamos o Natal este ano na casa da Maria Célia, mãe da Adriani minha nora.
Foi lá que juntamos as duas famílias, preparamos a ceia, esperamos o Papai-Noel e conhecemos os amigos-secretos.
O Papai Noel, nosso amigo de longa data Divino, não passou no teste com o Lorenzo.


Quando perguntado sobre o que achou do bom velhinho ele responde: -" Não era o papai-noel verdadeiro, a voz dele era diferente" ôhôhôh, não dá mais nem pra enganar.
Quando revelamos os "aigos-secretos", Adriany e eu descobrimos que uma tirou a outra.
Ela ganhou uma blusa e eu coisas para minha banheira, conforme havíamos pedido.

Nossa ceia estava ótima, com leitãozinho assado, salpicão, tender e camarões na moranga.
Como o tempo passa rápido, logo teremos algumas graminhas a mais, pois Ano Novo está para chegar.

12.27.2007

nossa princesa chegou...

Bem, estou em Campo Grande há dias e ainda não consegui descarregar nossa mudança.
Ela ficou na Pellegrino enquanto algumas burocracias são concluídas, mesmo assim não estou chateada, porque não tem o que ser feito a não ser esperar.
Nesse meio tempo Valentina nasceu e é uma verdadeira boneca. Além de mimosa é muito boazinha, mas alguém (Lorenzo) anda reclamando do barulho que ela faz (choro) que não o deixa dormir. Assim ele falou: - "Vovó Lena, a Valentina fez tanto barulho que eu nem consegui dormir"
Às vezes ele vem com umas perguntas... -"Vovó, porque a Valentina é tão pequena?"
E quando o Valmor aparece ele corre pra buscar o jogo de bilhar pra ogarem juntos.
Só uma mostrinha da nossa princesinha


Ainda vai ser uma rainha!

12.12.2007

vamos começar outra vez...

Desde hoje cedo minha casa virou uma zona com os homens da transportadora encaixotando, embalando e desmontando móveis.
Trinta e sete anos de vida a dois leva tempo pra guardar, mas o pior vai sobrar pra mim quando chegar a hora de organizar. Mas vamos começar tudo outra vez.
Estou feliz da vida, morrendo de saudades do maridão que ficou trabalhando por lá.
Gio e Carmela estão contando os dias para se encontrarem. Ela embarca no dia 14.
Pra ele assíduo leitor da Malena...

...a foto dos suportes das velas.
Não sei quando retorno a escrever com toda essa correria ...

12.10.2007

quem procura acha...

Pottery Barn
Um dia, sem querer encontrei esses suportes para velas em uma revista, mas como não era minha, anotei o nome do site.
Mas, como anotei, perdi.
Dando uma de quem não tem nada pra fazer, naveguei, naveguei e encontrei-os novamente. Queria um par pra colocar na minha churrasqueira nova, pra criar um clima zen...
Aqui em Porto tem um serralheiro que só trabalha com arte e é uma pena que não tenho mais tempo pra mandar fazer.
Quem sabe eu encontre alguém que me faça, iguaizinhos, lá em Campo Grande.

12.07.2007

sózinha e a espera...

Cheguei esta madrugada em Porto depois de esperar três horas em Guarulhos.
Como a cabeça está a mil, seis horas já estava acordada e com tantas coisas pra fazer o melhor foi levantar antes que o cansaço me fizesse dormir novamente.
Ontem antes de embarcar já deixei minha nova cozinha projetada no papel.
O Valmor focou e ligou há pouco me contando que depois do almoço o Lorenzo foi conhecer a casa nova dos avós. Me disse ele que o pequeno ficou doidinho, que corria por tudo e depois queria ir trabalhar com ele.
Esta mudança com certeza trará coisas boas para os dois lados.
E eu aqui sózinha estou a espera do comprador do apartamento resolver os probleminhas dele para definir qual dia devo carregar a mudança.
Se desse pra medir ansiedade diria que a minha está beirando os 800 pontos. Até leite condensado eu andei comendo hoje.
Depois só com corrida pra tirar estas calorias, e não adianta chorar depois do leite derramado.

12.04.2007

a casa dos sonhos...

Muito foi procurado, olhado e analisado.
Valmor e eu de tanto olhar ja estávamos ficando cansados...
Na segnda-feira pela manhã analisado os prós e contras das duas casas para as quais fizemos propostas, nós dois tivemos como que uma intuição de que não eram as casas que procurávamos e retornamos às nossas anotações.
Refizemos a visita de uma e lançamos a proposta. O dono, construtor, foi ao escritório de nossa corretora e conversa daqui e dali fechamos negócio

Esta é a fachada do nosso novo lar.

Esta é uma parte lateral que leva à piscina e onde será construída a area de lazer
Retorno a Porto Alegre breve para que a mudança possa ser embalada e chegue tudo certinho.
Se tudo correr certo estaremos na casa dos sonhos ainda para o Natal, e a árvore de 1,80 poderá ser montada com as bolas em patwork feitas por artesãs de Bom Retiro/SC.

11.28.2007

a procura de um novo lar...

Desde domingo a noite Valmor e eu estamos em Campo Grande procurando uma casa para morar. Muitas já foram selecionadas e visitadas. Já temos três na nossa relação para enviarmos uma proposta, só que ainda não surgiu a casa dos sonhos.
Às vezes uma tem tudo no corpo da casa mas falta uma boa área de lazer e vice-versa.
Amanhã devemos sair já cedinho para junto com uma corretora visitarmos mas uma leva...
Ontem foi o niver do Lorenzo. Foi comemorado num espaço próprio para festas infantis. Como não poderia deixar de ser, ele foi quem mais aproveitou.
Quando a festa acabou, o Luigi nos contava hoje, que chegando em casa a proposta era que ele tomasse banho, só assim poderia abrir os presentes. A cada presente aberto ele olhava, e comentava: -"Mas este foi o Artur que me deu? Mas que legal!!! Vou ter de dar um abraço nele!!!"
Depois do último aberto, Luigi e Dry perguntaram se ele gostou da festa, ao que ele respondeu que foi a festa mais bonita que ele foi. Aí ele abraçou os dois e disse: - Vocês são meus melhores amigos!!!"
Esse menino vai sair melhor do que a encomenda...

11.20.2007

cirurgia...

Ontem fiz minha cirurgia - Ptose palpebral.
Estou assustando gente...
Pareço um monstrinho, por isso vou largar essa maquininha e voltar para as minhas compressas.
Ainda tem muita coisa que eu quero fazer antes da viagem de domingo para Campo Grande onde vamos procurar uma casa que vai abrigar os Toninelos.

outra despedida...

Valmor e eu fomos passar o findi em Lages, cidade onde estão nossas famílias.
Foi uma forma de nos despedirmos antes da mudança.
Muitos tristes e ao mesmo tempo contentes porque vamos ficar perto de um dos filhos e do neto, e porque não dizer da neta que está chegando - Valentina.

Os irmãos do Valmor - Waldir e Walter, mais conhecidos por Tica e Teco.

Tia Norma e tia Tata

Minha mãe e minha irmã tomando chimarrão

Marcelo meu sobrinho e o afilhado dele Jão Manoel

Tia Leila e tio Nadir em frente a casa deles

Preta, tia Neide e tia Pila, na casa dela.
Retornamos com chuva e parece que nunca chegávamos.
Como disse o Valmor foi uma viagem que valeu a pena.

11.16.2007

uma pequena grande mulher

Muitas vezes já escrevi sobre essa pessoinha.
Ultimamente tem acontecido coisas que me deixam cada dia mais orgulhosa dela. Houve tempos difíceis, mas coisa boa na vida é só lembrar o que é bom.
Nunca vou esquecer o que ela disse um dia há uns dez anos mais ou menos. - "Em primeiro lugar minha vida profissional". Não foi uma promessa só uma afirmação que ela tem vivido. Aqui em Porto, depois de concluir o curso de jornalismo, ela como auto didata começou a rabalhar em sites e tornou-se uma grande webdesigner. Para quem quiser conferir: carmela@metoni.com
Em Abril deste ano ela resolver partir para os Estados Unidos em busca de algo mais concreto ligado ao trabalho que fazia. Nem tinha completado um mês que ela estava por lá, recebeu o convite para trabalhar na Mark/BBDO como diretora de arte.E não é confete de mãe coruja, mas ela tem se saído muito bem.
Com toda essa distância que nos separa, num país estranho, de lingua estranha, essa pequena tem se mantido forte, valente para enfrentar só, as dificuldades que a vida vem lhe apresentando.



Ela, Carmela que atualmente vive cada minuto de sua vida em Praga

11.12.2007

o primeiro grupo se despede...

Mais uma transferência para a Família Toninelo.
Depois de quase nove anos morando em Porto Alegre/RS, vamos retornar para Campo Grande/MS.
Estamos felizes porque retornaremos para um lugar onde já moramos por quinze anos, onde deixamos muitas amizades e onde vivem atualmente Luigi, Adriany e Lorenzo, nossa continuação da família que agora em dezembro vai aumentar com a chegada de Valentina.


Eles estão fazendo nossa família crescer.
Nossa mudança deve acontecer na primeira semana de dezembro.
O tempo desta vez está sendo meu aliado, pois passando rápido me levará par estavam a perto deles mais depressa.

No sábado a noite fizemos um jantarzinho para nossos amigos. Foi um encontro agradável onde todos estavam felizes. Apesar da distância eles estão torcendo por nós.
Alguns momentos da festa:












O Cookies como um bom companheiro foi o mascote da festa e até posou para foto.

10.30.2007

afinal, o que é programa de índio???

Quando somos convidados para um programa que não nos agrada muito dizemos que é programa de índio.
Isto poderia ter acontecido neste findi... Sexta-feira Valmor chegou me convidando para a Fórmula Stockcar que aconteceria no domingo, isto porque a esposa de um regional da Bosch estaria presente. Pra não dizer não outra vez, vamos ao programa de índio.
Ele começou no sábado a noite, num jantar a base de frutos do mar, deliciosos.
O papo entre os dois casais esteve tão animado o tempo todo que retornamos para casa a uma da matina. Pra quem tinha de levantar cedo para a corrida...
Chegamos por volta de dez horas porque fomos pela estrada de Alvorada e não tivemos de enfrentar engarrafamento. Já nosso casal amigo, ficou duas horas enfrentando um trânsito lento e com muito calor, porque apesar da previsão dizer que iria chover deu o dia mais lindo do mundo.
Quando chegamos os lugares da base Bosch já estavam todos tomados...


...mas nada que um bom amigo não faça... Rogério conseguiu-me acomodação junto com alguém que conhecia do assunto e assim fiquei por dentro: cacá (filho do galvão bueno) está em primeiro lugar na competição. Correu ora em primeiro, ora em segundo lugar. Acabou em segundo lugar.


Achamos um lugarzinho também para a Marici


Os responsáveis pela nossa ida ao programa de índio não poderiam faltar


Aquilo que na nossa cabeça seria a pior coisa do domingo, foi um encontro para um bom bate-papo, para um conhecimento maior de uma com a outra e ainda apesar do barulho e adrenalina dos motores um visual bonito


das arquibancadas...


... e da corrida em si.
E o programa de índio foi uma coisa muito gostosa e divertida, além de diferente!

10.25.2007

ele é muito especial...

Giovane desde pequeno sempre foi aquele que não tinha brinquedos...
Não porque não os ganhava, mas porque ganhando, os desmontava pra saber como eram feitos.
Talvez esta curiosidade o tenha feito tão criativo.
Aquilo que hoje é pensado, amanhã é realizado. Claro, as pedras no caminho sempre vão aparecer, também pra ele, mas nunca serão obstáculos para parar.
Há um tempo atrás a Carmela dizia: - ...queria ser como ele!
Ele tem cada idéia...
A última dele começou devagarinho e foi crescendo, crescendo e poderá se tornar uma nova realidade em 2008. Pra quem tiver interesse está no site abaixo

www.GIJoeFilmFestival.com

Pra você filhão um grande beijo.
Valeu

10.24.2007

mudanças a vista...

Não é fácil chegar num lugar, para começar nova vida, sem conhecer ninguém.
Em 1984, Valmor, eu e os filhos, ainda pequenos, deixamos a família em Lages/SC para começar uma nova vida em Campo Grande/MS.
Foi começar tudo do zero, mas nos quinze anos que lá vivemos, fizemos um montão de amigos.
Em 1999 quando tudo parecia se acomodar, veio outra transferência. Porto Alegre/RS.
Nessa vinda, o Giovane já morava em Denver/CO, o Luigi continuou em Campo Grande e a Carmela morava na India.
Aí foi mais difícil, porque sem amigos ainda faltavam os filhos. Mas os amigos aos poucos foram aparecendo e hoje também são muitos.
2007. Até final do ano devemos ter voltado para Campo Grande. Dessa vez tudo vai ser diferente. Tem uma parte da família por lá nos esperando, o difícil será deixar os amigos que aqui fizemos.

video

10.11.2007

voltar às raizes...

Amanhã, dia doze, para os cristãos é Dia de Nossa Senhora Aparecida. Para aqueles que fazem parte do comércio consumista, é Dia das Crianças.
Como dizem que cada um tem uma criança dentro de si, parabéns para nós todos, e que essa criança nos faça ver ao nosso redor coisas boas e alegres que hoje, no nosso mundo adulto são tão raras.
Aproveitando o feriado Valmor e eu vamos para Lages.
Eu ainda não contei... quando eu cai e me machuquei, depois de vinte dias fui até Lages comemorar com a família os oitenta anos de minha mãe.


Ela não queria festa, mas ficou tão feliz com os amigos reunidos!?!?
No domingo depois da festa ela veio conosco para Porto, pra me fazer companhia. Ficou por aqui quinze dias..
Essa mesma senhora há vinte dias caiu e quebrou o pé.
Brincando com ela eu disse: - Não podia ficar sem me invejar???
Amanhã então vamos pra Lages sem contar pra ninguém e ver como as coisas andam
Até segunda...

10.10.2007

reciclagem...

Sabe, que ficando tanto tempo sem postar, tenho ainda muitas coisas que não contei...
Eu tenho na minha sala de TV, o primeiro sofá comprado pelo Valmor e por mim, quando casamos, portanto ele é um companheiro de longa data. Como o Valmor vai ser transferido, a matriz precisa dele num outro lugar, eu já estou ajeitando minhas coisas e a primeira delas foi deixar meu companheiro em bom estado.


Ele não ficou lindo? Ainda mais com essa pessoinha fazendo pose...

Depois que voltamos de Campo Grande, depois do trabalho, o Valmor chega em casa com uma caixa e colocando-a sobre a cama me diz: - Mandaram pra você. Quando cheguei mais perto vi que a fita que lacrava a mesma, tinha o logotipo da firma onde ele trabalha. Ainda fiz um comentário sobre o que ele estava aprontando... Mas curiosa, louca pra desvendar o segredo, fui abrindo. Dentro desta caixa havia outra menor com o logotipo da DELL.


Sim, eu ganhei um Dell Vostro 1000, wireless. Todos sabiam do meu presente, menos eu. Sempre a última a saber...
Mas eu só queria que fosse aumentada a memória do meu velho companheiro, pra que não dizer, meu velho amigo, que me ligou com os filhos e o mundo por tão longo tempo?!?!?!?
Agora tenho que aprender a mexer com um teclado novo, com botões novos, com programas mais completos que já fazem quase tudo pra você...
Ah, quem está precisando de uma reciclagem sou eu também, ahahahahah

10.05.2007

coisas que a vida nos reserva...

Depois de tanto tempo adiada eu e Valmor conseguimos fazer nossa viagem para Campo Grande.
Encontrei poucos amigos, mas estes valeram por todos.


Minha turma de trabalho de muito tempo da terceira idade. Daquele tempo bem poucos. Saudades daqueles que já partiram...

O que eu e Valmor fizemos nesses onze dias fora foi uma curtição geral com o Lorenzo. Tudo que ensinávamos era novidade. Até a estorinha dos "Sete cabritinhos e o Lobo" ficou registrada. Lembro que a última vez que ele me pediu para contá-la, ele já sabia interferir e em um dos vários momentos ele disse: -"esta istorinha é muto legal". Aprendeu a jogar "Mico", só que criou uma regra diferente. Ele sempre queria ser o ganhador então quem ficasse com o mico perdia, mas quem pegasse o mico do perdedor ganhava.Vovó Lena, posso dormir hoje com você? Esta era a pergunta de todas as noites que nunca aconteceu porque Luigi achava que ele iria bater sem querer no meu pé ainda muito inchado.


Um dos muitos momentos de carinho entre Lorenzo e "vovô vaumoi"

Ontem o carteiro trouxe a surpresa: um dos documentos vindos da Italia do casamento do bisavô do Valmor. Ainda falta um mas pelo que o pesquisador disse, agora estamos nos aproximando do final da novela. Dia oito passado fez um ano que foi iniciada a pesquisa. Quem procura acha.

Depois que tudo começa a se organizar, a saúde voltando, o ânimo também, minha irmã liga de Lages dizendo que minha mãe, oitenta anos, caiu e quebrou o pé em dois lugares.É a vida fazendo a história e é a história sendo contada novamente.

Carmela em Praga, começando a formar seu círculo de amizades. Iva uma theca, cheia de charme, e a dupla dela no trabalho, espera um baby. adivinhem quem vai ser a madrinha???
Como disse acima: quem procura acha e Carmela está de companhia em casa. Achou uma cachorrinha poodlelata, como disse a veterinária as crianças aqui de casa, mas mito fofinha, meiga e bem pretinha. Como diz a Carmela muito educada, pois até para a agência ela tem ido.


Iva, Mirka e Carmela.

Bom, demorei tanto para fazer meus registros que cansei.
Prometo que volto logo. Aguardem!

8.27.2007

Já começou a contagem regressiva...

Bem, tive de esperar um bocado, mas afinal, com o pé quase bom compramos as passagens.
Até que enfim Valmor e eu poderemos fazer a viagem tão esperada.
Depois que saimos de lá, isso há oito anos e meio, não conseguimos mais voltar.Em Janeiro, Luigi, Adriany e Lorenzo, mudaram para lá e só agora poderemos ir.
Passagens compradas, partimos de Porto no dia seis pra retornarmos no dia dezessete.
"Cidade Morena, quem te viu jamais te esquece" - CAMPO GRANDE - me aguarde!!!

o pino maior foi retirado...

Quarta-feira passada, dia 22, quase dois meses já passados da cirurgia no pé, voltei ao mesmo hospital para retirada do pino maior.
Depois de tudo marcado, no sábado anterior, apareceu uma dermatite de contato muito grande que deixou o traumato e meu dermato muito preocupados. Depois de exames de teste para verificação de fungos e bactérias tudo poude acontecer no dia e horário marcados.


Continuo caminhando ainda com um pouco de dificuldades, mas com a certeza que mais desta me safei.

8.14.2007

navegar é preciso...

Quem diria que um dia eu ficaria tanto tempo no computador!!!
Só quem usufrui desse meio de comunicação poderá entender que o tempo gasto com ele, não é perdido mas encontrado.
Ultimamente tenho feito pesquisas bárbaras e sempre tive esta opinião: - "O que é bom pra mim deve ser dividido com os demais"
Há algum tempo já dei várias dicas de sites de culinária ou na linguagem de hoje: gastronomia.
Hoje minhas dicas são sobre arte, filhos (pra quem os tem pequenos) e saúde.
Pra quem interessar:

www.artwanted.com - exposição virtual com mais de 17 mil artistas visuais de todo mundo.

www.guiainfantil.com.br - um buscador para o segmento infantil. tem matérias e sites nas mais diversas categorias.
Mãos a obra...

http://sinaisvitais.yatros.com.br - para quem deseja informações sobre saúde e medicina, inclusive enviar perguntas a diversos especialistas e participar de palestras gratuitas relacionadas à saúde.

8.03.2007

um mês de reflexões...

Depois de ter passado por esta experiência, por esta "poda" em minha vida, sobrou tempo para pensar, pensar, pensar...
Minutos antes de ter acontecido a torção no tornozelo e ter deslocado a tíbia e perôneo, eu caminhava lentamente por uma das vias mais movimentadas de porto e meu pensamento estava voltado para as coisas que eu desenvolveria a partir do outro dia. Muitos eram os propósitos, a vontade, a garra de continuar a ser dinâmica, de procurar me envolver com muitas coisas.
Tudo foi podado, mas este tempo "de molho" serviu para repensar, planejar e porque não dizer, sentir os outros.
Sempre pensei que os outros não me amavam tanto quanto eu os amava; e pensava assim porque sentia que não me amavam como eu os amava. Percebi que eu estava caindo no erro de confundir tanto com o como, as duas palavras não são sinônimos.
O como responde à personalidade; e como cada um tem sua própria personalidade, cada um tem seu modo de amar, sua maneira de amar.
Aprendi que os outros não amam como eu amo, pq isso seria pretender que os outros se despojassem de suas personalidades, para adquirir a minha.
Já o tanto está ligado à intensidade, e não pode ser medido pelo como, pois a intensidade será medida pela própria disposição da pessoa, do indivíduo, e assim, o que para alguém pode ser muito, para outrem pode tornar-se muito pouco.
Dia trinta e um completei mais um niver, e pessoas que não imaginava pensarem em mim com carinho foram as que mais me enviaram mensagens.
uma delas dizia assim:
Parabéns pelo seu dia.
Que ao receber essa mensagem
seu coração pulse mais forte,
seus olhos brilhem
e seus lábios sorriam.
Esta é minha forma mais espontânea
e simples para que você
faça desse dia
uma data muito importante
para quem está a sua volta.
Quero encher essa mensagem de flores, sorrisos,
palavras significativas
ao nível da sua bondade.
Quero colocar
dentro desta mensagem
todos os corações que te apreciam,
toda a luz
e paz que você merece.
Que a felicidade te acompanhe sempre
e que ela seja ainda maior
do que já é,
pois é maravilhoso
o bem que você planta
ao longo do seu caminho.
Tenha certeza
que na vida,
no tempo
e na eternidade
Deus te descreve sorrindo
tudo isso que tentei te expressar.
Vou me fixar no meu amor e não julgar os demais.


7.12.2007

o carinho que veio de longe...

Apesar de ainda estar acamada posso dizer que tenho muita sorte.
Ontem fui tirar os pontos do pé e o médico me liberou de ficar as vinte e quatro horas com o mesmo erguido. O tornozelo continua muito inchado e o processo de recuperação ainda é lento. Quarta-feira que vem retornarei à clínica e quem sabe o médico me libere para começar a firmar o pé no chão.
Amanhã eu e valmor vamos para lages, pois minha mãe estará completando oitenta anos. No domingo quando retornarmos ela virá comigo pois semana que vem o valmor começa a viajar, assim não ficarei sozinha.
Ontem recebemos do gio, uma foto para levarmos pra vó. Um carinho muito grande que veio de longe e fará com que seus olhos fiquem marejados de lágrimas.

7.05.2007

as surpresas que a vida nos reserva...

Dia vinte e cinco do mês passado, fui surpreendida por algo novo em minha vida.
Saindo do massagista para pegar o onibus para voltar para casa, escorreguei e tirei o osso do tornozelo do lugar. Não há necessidade de grandes detalhes, apenas que, passei por uma cirurgia e ganhei seis pinos e uma plaqueta para evitar que no futuro viesse a sentir dores e possivelmente ficasse manca.
Acredito que, apesar do problema, Ele, meu bom amigo, me poupou de coisa pior.
O que hoje preciso é de muita paciência para conseguir passar por esta nova fase de minha vida.
Uma pessoa super ativa que deve manter o pé imóvel levantado acima da linha do coração.


Será que vou continuar gostando do meu pé???

6.20.2007

ah! esses cachorros, só faltam falar...

Na segunda-feira de tardinha chegou a Ana e a Aliecha , mãe e filha, que vieram de Pelotas para consultas e colocar uma sonda na Aliecha, pois ela há mais ou menos um mês fez uma cirurgia bem grande de bexiga, tipo um transplante. O pai dela é o Henrique que é vendedor da Pellegrino.
A lele ficou apaixonada pelo cookies e vivia de abraços e beijos com ele. Quando foi fazer carinho na kika, a mesma estava com ciumes e não gostou muito da brincadeira e andou rosnando pra lele. Com medo dela morder a menina, deixei-a trancada e a pobrezinha choramingava pedindo pra sair do castigo e só hoje pela manhã resolvi deixá-la solta.
E né que o castigo valeu?!?!? Hoje ela estava dócil querendo agrados da lele.
Já ouvi muitas vezes que cachorros agem por instintos, que eles não tem inteligência, mas os daqui de casa só faltam falar.


lele e cookies ontem a noite

6.14.2007

coisas que ainda preciso contar...

No dia quatro de abril Carmela embarcou para States, conforme post abaixo. Lá, ela recebeu uma proposta de trabalho para Praga na República Tcheca e há quase quatro semanas ela vive uma nova realidade. Trabalha na Mark-BBDO como diretora de arte, um ramo novo dentro de publicidade.


Uma das muitas fotos que ela já mandou.
Não saberia dizer se ela está feliz, se ela encontrou o que queria... Acho que tudo é muito novo ainda pra se ter uma idéia formada. Como ela mesma disse: -"...vou dar duas voltas de 360 graus em minha vida". Duas voltas deixam a pessoa tonta e até que a ficha caia leva um tempo. Tocemos para que ela supere as dificuldades diante da nova realidade, com o povo, a língua, os costumes...
Com o tempo correndo desse jeito, meu neto já esta ficando mocinho, mas pra compensar Luigi e Dry resolveram aumentar a família. Então serei avó mais uma vez. E com a família maior, uma casa maior também. Ficamos sabendo ontem a noite que fecharam negócio. Logo temos que tomar um 727 e chegar em Campo Grande.


Lorenzo quando foram ao rancho.
Ontem falei com Gio e as últimas de lá é que estão reformando a casa de Jena. Só restam as paredes de fora e as do quarto. Todo o resto foi demolido. Mr. Le Grand ajudando, logo tudo estará pronto. Ele ficou de me mandar umas fotos.

Minha mãe ficou por aqui uns vinte dias. Veio fazer a cirurgia de catarata. Já retornou e está tudo bem. Mês que vem ela completa oitenta anos e queremos fazer uma festinha.
Detalhes mais próximos da mesma.

Voltei a tecer. Alguns registros no próximo post.

6.13.2007

e a chuva leva toda a animação pro ralo...

Parece coisa de outro mundo. Em pleno outono, tivemos os dias mais frios do ano com temperaturas abaixo de zero e na serra até a neve deu o ar da graça. O frio deu uma acalmada e já estamos há cinco dias com chuva sem parar
Hoje sai cedinho pra ir a Santa Casa fazer meus exames de rotina mas vontade mesmo eu não tinha.
Muitas coisas pra fazer em casa mas a umidade é tanta que não da vontade de se mexer.
O cookies anda triste pois com tanta chuva não pode mais dar as costumeiras voltinhas.
Eu tenho que buscar ânimo nem que seja no fundo do bau.
Quem sabe pinte meu cabelo, marque depilação e faça as unhas...
Pelos menos o visual vai melhorar.

5.03.2007

feriado

Mês de Maio já começa com um feriado.
Dentre tantos comentários que ouvi, alguns se diziam que não era dia de descanso, mas dia de protestos, dia de revindicações, de manifestações. Mas como o jornal nacional mostrou, o povão mesmo queria era se divertir, com o show montado em São paulo pelas centrais sindicais.
Depois de tantas vezes ter dado um não como resposta ao maridão, para acompanhá-lo nos programas sociais, pós trabalho, acabei concordando. E foi o maior "programa de indio" que me aconteceu.
Fomos até Vera Cruz, quase duzentos kilometros de Porto, para uma partida de futebol entre funcionários da Pellegrino e funcionários de um cliente. A única mulher era eu. Como aprendi desde cedo que mais vale uma mulher prevenida do que uma remediada, levei um trabalhinho...



E o tempo passou que não deu pra sentir, envolvida que estava em traduzir o manual da secretária eletrônica que está em Inglês. Foram muitas páginas traduzidas. Agora está faltando tempo para por em prática e ver se tudo funciona.
De tardinha cookies ganhou um longo passeio com direito a beber água no caminho, pois ganhou uma garrafinha d'água para as caminhadas.
E o peludo não deixou por menos... bebeu até não querer mais.

4.04.2007

as surpresas que a vida nos prepara...

Em posts passados me referi ao trabalho no tear, preparando material para a feira de artesanato.
A mesma aconteceu quinta, sexta e sábado e fiquei feliz da vida. Primeiro porque minhas companheiras de curso me deixaram na mão e mesmo sozinha eu encarei.
Segundo, apesar do calor que estava fazendo, minhas vendas foram razoáveis. Recebi algumas encomendas e isso me fez sentir que tenho valor.


Num momento no sábado a tarde. Eu e minha banquinha.

Hoje a tarde Carmela embarcou para os Estados Unidos. Ela fez aquilo que há muito tempo já vinha se desenhando. Foi em busca de um novo lar, um grande desafio, quem sabe em busca dela mesma.
Para nós que ficamos restam as lembranças.

3.08.2007

nosso dia outra vez...

... acho que já postei isso alguma vez...
E um novo ano, com um novo dia só pra nós. Mas temos todos os dias do ano pra sermos lembradas e amadas, porque apenas um???
Hoje recebi de uma amiga arquiteta. Eu a conheci fazendo hidro. Divido com vocês.


As Mulheres do Novo Século

Elas vieram

pelas ruelas dos séculos

gerando filhos que moldaram

a história.

E podem dizer:

-nós geramos com amor,

é nosso o leite

e não o fel do mundo.

Nós colocaremos o futuro

no colo,

vamos pentear seus cabelos,

proteger seu passo trôpego.

As mulheres descobriram

o segredo do cofre

e as receitas do poder.

Mas nem por isso dispensam

rosas e perfumes.

Elas têm a sensibilidade

como bússola

e a obstinação como guia.

E são fecundadas

pela aurora.

Senhoras dos enigmas,

garças com garras de leoa,

elas desenharão o amanhã

em sua nova arquitetura

em cima de aventais e pranchetas.

Imperceptivelmente

elas orquestram o tempo.

A esperança do mundo

está no reboliço de suas bolsas

e no mais recôndito escaninho

de seus corações.

Luiz Coronel

3.01.2007

coisas que fazem bem...

Além de tecer bastante também tenho navegado um bocado.
Isto tem me feito bem porque tenho descoberto sites incríveis de gente ainda jovem que quer repartir suas experiências de vida.
Ontem mandei uma relação para a Camila, minha professora de hidro, que está morando sozinha e hoje estou aqui postando para dividir também com outras pessoas, quem sabe fora de meu convívio.
Abaixo a relação:

http://quichedemacaxeira.blogspot.com/

Espero que tirem proveito. Tem coisas lindas e gostosas.
Eu sou suspeita, mas gostei de todos.

2.24.2007

globalização, o que é isso???

Tenho trabalhado direto no tear pois quero ter uma produção boa para a feira.
As peças feitas até agora são simples. Semana que vem começo com uma produção mais sofisticada. Quero ter peças para todos os tipos e todos os gostos. Não quero ficar só na produção de mantas e xales e já estou planejando fazer bolsas, carteiras, abajures, kits p/lavabo (tapetes e toslhas) toalhas avulsas de lavabo, jogos americanos...
Tenho que correr contra o tempo.
Muito se tem falado sobre globalização. Recebi um texto e embora desconheça a veracidade da procedência da mercadoria, vale para neste findi refletirmos nessa pequena palavra que diz muito.
Lá vai...

Pergunta:
Qual é a mais correta definição de Globalização?

Resposta:
A Morte da Princesa Diana.

Pergunta:
Por quê?

Resposta:
Uma princesa inglesa com um namorado egípcio, tem um acidente de carro dentro de um túnel francês, num carro alemão com motor holandês, conduzido por um belga, bêbado de whisky escocês, que era seguido por paparazzis italianos, em motos japonesas.
A princesa foi tratada por um médico americano, que usou medicamentos brasileiros.
E isto é enviado a você por um brasileiro, usando tecnologia americana - (Bill Gates), e, provavelmente, você está lendo isso em um computador genérico que usa chips feitos em Taiwan, e um monitor coreano montado por trabalhadores de Bangladesh, numa fábrica de Singapura, transportado em caminhões conduzidos por indianos, roubados por indonésios, descarregados por pescadores sicilianos, reempacotados por mexicanos e, finalmente, vendido a você por judeus, através de uma conexão paraguaia.

2.19.2007

alguém já andou reclamando...

Estamos em pleno Carnaval.
Com tantas coisas que aconteceram dias atrás, achei como Diogo Mainardi em sua coluna da semana em Veja, que o poder público fosse cancelar os desfiles decretando luto oficial.
Mas como ele mesmo escreve: -..." essa é uma causa perdida".
Sábado fomos assistir "Cartas de Iwo Jima" que rendeu muitos comentários aqui em casa.
Luigi foi transferido para Campo Grande/MS, onde moramos por bons 15 anos.
Filhote, que tudo dê certo pra você.
Giovane está motorizado. Comprou uma VAN e se não fosse tão longe eu já teria dado uma voltinha.
E por falar em voltinha, estou as voltas com minha produção para a feira de artesanato na Coração de Jesus. Será a primeira vez que vou participar e o tear não tem descansado, já produzi até carteiras... que por sinal ficaram lindas.
A Carmela está organizando material para montar um site para mim para vendas on-line.
Aguardem!!!

1.12.2007

vivendo um novo ano

Não vou justificar porque passei tanto tempo sem postar; primeiro porque sou dona da minha vida, segundo porque ninguém gostaria de saber mesmo, terceiro estou sem saco pra dar satisfações dos meus atos.
Tenho achado minha vida uma droga, com isto não estou tentando justificar nada, mas me sinto vazia e sem ação nenhuma e já estamos quase na metade do primeiro mês do ano.
O que tem me animado...



Belas lembranças!!!